sábado, 5 de março de 2016

Hoje chorei!

Hoje tive vontade de chorar e chorei. Hoje o meu subconsciente decidiu olhar para o passado em vez de olhar para o futuro.
Hoje voltei a pensar em ti, voltei a pensar nos "se tivesse sido diferente", "se tivesse-mos resultado" estes SE's todos que teimam em por-me a cabeça cheia de minhocas.
Aquele amo-te que eu disse desde o inicio, aquele amo-te que tu ignoraste e que intepretas-te de maneira diferente.
Se eu disse-se que ja não te amo, estaria mentir tanto a voces como a mim mesma, é estranho ja passou tanto tempo desde a ultima vez que falamos. Mas eu reconheço que não foste a melhor escolha, que me fizeste mal, que me mentiste e ainda me ameaças-te.
Hoje voltei a chorar por sentir falta de um olá teu, voltei a chorar pelo simples facto de sentir falta de ouvir a tua voz.
Hoje tive vontade de chorar e chorei. Hoje chorei pelo simples facto que não sei que ando a fazer da minha vida, não sei o que quero, não sei nada de nada!
Chorei porque ultimamente eu propria achi que estou a mais em tudo o qué sitio, não tenho sido das melhores companhias, acho muito sinceramente que não sei ter uma conversa civilizada sem me ezaltar, não sei o que faço.
Hoje tive vontade de bater em alguem, mas perferi espancar a minha almofada.
Ninguem me ouve, ninguem me sabe ouvir, dizem sempre que estou agressiva, que falo mal, que já nao sou quem era, que agora a culpa é minha, que se eu nao arrumo a louça sou uma inresponsavel, que ja tenho 18 anos ja devia ter juizo na cabeça, mas os 18 nao sao desculpa para as merdas que faço.
Por acaso ja me perguntaram o que é que eu sinto?, se por acaso tenho tido alegria na minha vida?, se sou feliz?
Já se perguntaram ou já se meteram no meu lugar e já pensaram os motivos pelo qual as minhas ações nao têm sido das melhores?
Pois eu não me sinto feliz,  e ultimamente já nem sei em concreto o que significa ser feliz.
Sinto-me zangada, aborrecida, irritada, frustrada, ignorada, esquecida, mal encarada, não reconhecida, com falta de colo, com falta de amor, recentida, com a auto-estima em baixo, desanimada, sem inspiraçao, sem rumo, sem caminho, com falta de compreençao, etc...
Nem sei mais o que escrever, so para acalmar o meu coraçao triste e revoltado com a vida, e acalmar a minha cabeça confusa. Simplesmente escrevo para desabafar.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário