domingo, 15 de maio de 2016

Uma tarde de conforto

Tardes como esta são para ser recordada e repensadas vezes sem conta, até nos aperceber-mos do que acontecer.
Tardes que qualquer um deve gostar de ter, com o seu amigo, seu namorado, seu marido, seu qualquer coisa...beijos na testa, abraços, amaços, apalpões daqueles que corta a respiração.
Pequenas palavras que nos deixam sem sentido, olhares que contemplam cada passado um do outro, cada gesto delicado, uma mão boba/ brincalhona a passar rentinho ao nosso corpo encontrando cada ponto fraco por onde passa. Aqueles arrepios que fazem a nossa barriga dançar.
Os abraços apertado, massagens, o colo que cada um dá, os miminhos partilhados em si.
Coisas que pequenos casais, curtes, per-namorados, namorados, amigos coloridos entendem só de ouvir falar.

Sem comentários:

Enviar um comentário